CURSO DAS COLUNAS DE PRESSÃO

Método Finet & Willame

CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL PELA DIAGNOSTRATA

Reproduzir vídeo

Você Osteopata, transforme a sua vida profissional AFIANDO o seu raciocínio clínico, sabendo interpretar as queixas dos seus pacientes, dominando o tratamento global integrando estrutura, crânio e víscera numa única abordagem, proporcione resultados mais rápidos e duradouros aos seus pacientes, com o método das Colunas de Pressão!!!

DIFERENCIAL DO CURSO:

Você Osteopata, transforme a sua vida profissional AFIANDO o seu raciocínio clínico, sabendo interpretar as queixas dos seus pacientes, dominando o tratamento global integrando estrutura, crânio e víscera numa única abordagem,  e proporcione  resultados mais rápidos e duradouros aos seus pacientes, com o método das Colunas de Pressão!!!

CONDIÇÃO ÚNICA E EXCLUSIVA

A DIAGNOSTRATA CURSOS está oferecendo uma oportunidade de se tornar uma REFERÊNCIA no mercado de trabalho e bem-sucedido profissionalmente, por uma condição EXCLUSIVA no primeiro LOTE do curso COLUNAS DE PRESSÃO.
Desconto válido por tempo limitado!

PARA QUEM É O CURSO:

O curso é direcionado aos osteopatas e estudantes de osteopatia que buscam melhorar sua capacidade de raciocínio clínico e a assertividade de tratamento, e querem proporcionar resultados mais rápidos e duradouros aos seus pacientes. A didática é organizada de forma a permitir que o profissional consiga aplicar as técnicas com proveito, desde o primeiro dia após o curso. Quem já fez confirma ter resultados surpreendentes já no primeiro dia.

SOBRE O PROFESSOR

Massimo Lombardozzi - Osteopata Italiano - D.O

  • Formado em Osteopatia pela E.O.P. de Roma
  • Membro ativo do ROI(Registro degli Osteopati d’Italia) e do RbrO(Registro Brasileiro dos Osteopatas), cédula profissional de Osteopata pelo Ministério da Saúde de Portugal
  • Docente de Osteopatia no Master em Osteopatia com base em Evidências Cientificas, pelo Grupo Thuban – Universidad del Atlantico (Espanha)
  • Docente em cursos de Pós Graduação em cursos de Osteopatia junto ao Instituto de Técnicas de Saúde e à Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa
  • Docente de Osteopatia junto à MTM de Bologna (Itália)
  • Docente de Osteopatia junto à “Escuela de Osteopatia y Posturologia de Rosário” (Argentina)
  • Docente de Osteopatia junto à Faculdade Inspirar (Brasil)
  • Professor convidado pelo IBO (Brasil)
  • Docente de Osteopatia junto à Diagnostrata Cursos (Brasil)
  • Docente convidado em cursos de especialização em Terapia Manual, junto às Universidades Brasileiras UNINGÁ, UNIC e UNICENTRO.
  • Trabalhou como Osteopata junto à SPA do Rome Cavalieri Waldorf Astoria de Roma (Itália)
  • Membro do Finet & Williame teaching teamunico docente autorizado a ensinar o método das Colunas de Pressão© na América Latina, cuidou da tradução nas versões italiana e portuguesa do livro: “osteopatia visceral, um espaço de discussão como  mundo médico” (Finet e Williame 2012)
  • Colabora em projetos de pesquisa sobre tratamento osteopático nas patologias do aparelho digestivo, com os serviçs de Gastroenterologia e Medicina Física do Policlinico Militar de Roma – Celio
  • Desenvolvedor e coordenador de Pesquisas Clínicas sobre Tratamento Osteopático na Esclerose Múltipla. 

Tudo o que você vai receber ao inscrever-se agora no curso

1º Lote

de R$6.997,00 por R$4.990,00 à vista ou em até

10 x R$ 536,60

fotos

galeria de turmas

O QUE O ALUNO VAI RECEBER NO CURSO:

Ao garantir a sua vaga agora, além de ganhar um belo desconto, você ainda vai receber 4 bônus exclusivos: 

PÚBLICO ALVO

Osteopatas e estudante a partir do 2º ano de osteopatia

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

Objetivos gerais:

1- Saber aplicar o método das colunas de pressão no diagnóstico e no tratamento osteopático;


2- Saber avaliar as alterações pressóricas nas cavidades corporais e saber por em relação estas alterações com as disfunções somáticas que o paciente apresenta, fechando um diagnóstico osteopático baseado na abordagem pressórica;


3- Saber efetuar a avaliação da mobilidade visceral de acordo com a biodinâmica víscero diafragmática e saber usar o diagnóstico para detectar as disfunções somáticas prioritárias a serem tratadas;


4- Saber efetuar as normalizações das áreas viscerais, de acordo com o método das Colunas de Pressão.
 

Objetivos específicos:

1- Conhecer os modelos funcional e disfuncional, de biodinâmica víscero diafragmática;


2- Conhecer a função da série muscular e suas implicações na fisiologia e na patologia;


3- Conhecer a mobilidade visceral de acordo com o resultado das pesquisas de Finet e Williame;


4- Conhecer as bases científicas e saber aplicar os princípios palpatórios baseados nas propriedades viscoelásticas dos tecidos;


5- Saber avaliar e normalizar as colunas de pressão e as áreas viscerais e seus anexos (ligamentos, mesos e epiplons), de acordo com o método das Colunas de Pressão;


6- Saber formular um diagnóstico osteopático baseado na abordagem das Colunas de Pressão, pondo em relação às alterações pressóricas com as disfunções somáticas apresentadas pelo paciente;

 

7- Saber individuar as implicações mecânicas, fluídicas e neurológicas que as alterações pressóricas provocam em cada paciente, podendo ligar as disfunções estruturais, viscerais e cranianas segundo as suas relações de causa e efeito;


8- Saber formular uma programação de tratamento na base do diagnóstico das Colunas de Pressão, definindo a prioridade das disfunções a serem tratadas e sua sucessão;


9- Saber definir um prognóstico para cada paciente, tendo em conta as alterações pressóricas e suas implicações no processo de autorregulação do paciente e saber indicar as terapias ou tratamentos complementares a serem agregados ao tratamento osteopático.

Prova teórica – avaliação das colunas de pressão de pé e em decúbito e tratamento geral das colunas de pressão (procedimento Finet e Williame).

Teoria e prática da mobilidade das áreas de vísceras ocas (avaliação e tratamento).

Teoria e prática da mobilidade das áreas de vísceras cheias (avaliação e tratamento); teoria e prática das áreas dos dispositivos peritoneais (mesos, ligamentos e epiploos) avaliação e tratamento.

Abordagem ao tratamento das disfunções dos órgãos pélvicos, segundo o modelo das colunas de pressão (teoria e prática) – teoria e prática da mobilidade das áreas dos esfíncteres digestivos (avaliação e tratamento).

Fisiopatologia das queixas digestivas e relações com as colunas de pressão (teoria) – teoria e prática das dinâmicas intrínsecas viscerais (avaliação e tratamento).

Abordagem craniana segundo o modelo das colunas de pressão – clínica e programação do tratamento – tratamento de pacientes ao vivo.

MÓDULO 01 – EAD – AULAS GRAVADAS

Introdução: A pesquisa cientifica sobre a Mobilidade Visceral Parte 1: Características gerais da Dinâmica Visceral©

Metodologia de pesquisa e avaliação estatística da mobilidade das vísceras cheias e ocas (aula teórica) Anatomia e fisiologia da mobilidade visceral: inspiração-expiração (aula teórica)
As restrições da mobilidade visceral: inspiração, expiração, fixação (aula teórica)
Parte 2: Introdução aos testes de indução fascial segundo o Método Finet & Williame; As características visco-elásticas dos tecidos

Princípios de palpação: rigidez, rebote, facilitação (aula teórica com exercícios práticos a distância) Parte 2.1: Mobilidade dos órgãos vazios (teoria)

Teoria: Inspiração-expiração + Prática: testes de indução e avaliação da mobilidade normal e das restrições das seguintes regiões anatômicas:

Área do Estomago
2. Área do Duodeno global
3. Área do Bulbo, 1o e 2o duodeno
4. Área do 3o duodeno
5. Área do 4o duodeno e flexura duodeno jejunal
6. Área do Jejuno e íleo
6. Área do Jejuno e íleo
7. Área da Válvula íleo-cecal
8. Área do Ceco e cólon ascendente
9. Área do Cólon ascendente, flexura cólica direita e cólon transverso direito
10. Área do Cólon transverso esquerdo, flexura cólica esquerda e cólon descendente 11. Área do Cólon descendente e cólon ilíaco
12. Área do cólon sigmoideo

Parte 2.1.1: As fáscias dos órgaos vazios

Teoria + Prática: testes de indução das fáscias e avaliação da mobilidade normal e das restrições das seguintes regiões anatômicas:

Área da Fáscia de Told (direita e esquerda)
2. Área da Raiz do mesentério
3. Área da Raiz do mesocolon transverso (direito e esquerdo). 4. Área da Raiz do mesocolon sigmoideio
5. Área da Junção duodeno jejunal
6. Área do ligamento falciforme
7. Área do ligamento hepato duodenal

Parte 2.2: A mobilidade dos órgãos cheios
Teoria: Inspiração-expiração + Prática: palpação, testes de indução fascial, avaliação da mobilidade normal e das restrições + rigidez-rebote-facilitação das seguintes regiões anatômicas:
1. Área do Fígado
2. Área dos Rins
3. Área do Baço
4. Área do Pâncreas

Parte 3: O diafragma e a “série muscular” modelo funcional/disfuncional                                      

 3.1 Biomecânica do diafragma (aula teórica)
3.1.1 Os movimentos do diafragma
3.1.2 Diafragma e o mediastino                                                                                                         

3.1.3 Diafragma como 2 músculos
3.1.4 Modelo pósturo-respiratório funcional: a “série muscular”                                               

 3.1.5 As funções da “série muscular” pósturo-respiratória
3.1.6 Unilateralidade da “série muscular” e assimetria corporal                                                          

 3.1.7 Modelo pósturo-respiratório disfuncional: dissimetria© corporal                                           

3.1.8 Tratamento do diafragma

MÓDULO 02 – AULAS PRESENCIAIS

Dinâmica visceral©: bases científicas e pesquisa experimental; 2. Teoria e metodologia das Colunas de Pressão©;
3. Mobilidade das áreas das vísceras ocas – testes de avaliação;  4. Normalização fascial das áreas das vísceras ocas;                                                                                  

5. Mobilidade das áreas das vísceras cheias – testes de avaliação;
6. Normalização fascial das áreas das vísceras cheias;
7. Mobilidade das áreas dos dispositivos peritoneais (mesos-epiplos-ligamentos);
8. Normalização das áreas dos dispositivos peritoneais;
9. A biomecânica víscero-diafragmática: modelo funcional /disfuncional, teoria das Colunas de Pressão©                                                                                                                                                           

 10. Articulação sacro-ilíaca – integração clínica e metodológica no modelo das Colunas de Pressão©;
11. Aparelho urogenital – avaliação e tratamento (técnicas indiretas) integração no modelo das Colunas de Pressão©;
12. Alterações da dinâmica visceral© e patologias do sistema digestivo: refluxo gastroesofágico, azia e má digestão, hérnia de hiato, obstipação intestinal, diarréia funcional.
13. O tratamento osteopático segundo as Colunas de Pressão© – ligação mecânica-neurológica- fluídica através do modelo pressório.
14. Os esfíncteres do trato digestivo: avaliação e tratamento
15. As dinâmicas Intrínsecas Viscerais©.

Programa Analítico
Tópicos básicos
Introdução: A pesquisa científica sobre a Mobilidade Visceral: revisão Parte 1: Características gerais da Dinâmica Visceral©: revisão
Metodologia de pesquisa e avaliação estatística da mobilidade das vísceras cheias e ócas (aula teórica: revisão
Anatomia e fisiologia da mobilidade visceral: inspiração-expiração, (aula teórica), revisão
As restrições da mobilidade visceral: inspiração, expiração, fixação (aula teórica), revisão

Parte 2: Introdução aos testes de indução fascial segundo o Método Finet & Williame As características visco-elásticas dos tecidos: revisão
Princípios de palpação: rigidez, rebote, facilitação (aula teórico-prática): revisão

Parte 2.1: Mobilidade dos órgãos vazios (teoria e prática)
Teoria: Inspiração-expiração + Prática: testes de indução e avaliação da mobilidade normal e das restrições das seguintes regiões anatômicas:

Área do Estômago: revisão 2. Área do Duodeno global: revisão
3. Área do Bulbo, 1o e 2o duodeno: revisão
4. Área do 3o duodeno: revisão
5. Área do 4o duodeno e flexura duodeno jejunal: revisão
6. Área do Jejuno e íleo: revisão
7. Área da Válvula íleo-cecal (também rotação direita-esquerda)
8. Área do Ceco e cólon ascendente: revisão
9. Área do Cólon ascendente, flexura cólica direita e cólon transverso direito: revisão
10. Área do Cólon transverso esquerdo, flexura cólica esquerda e cólon descendente: revisão 11. Área do Cólon descendente e cólon ilíaco: revisão
12. Área do cólon sigmoideo: revisão

Parte 2.1.1: As fáscias dos órgaos vazios
Teoria + Prática: testes de indução das fáscias e avaliação da mobilidade normal e das restrições das seguintes regiões anatómicas:
1. Área da Fáscia de Told (direita e esquerda) revisão
2. Área da Raiz do mesentério: revisão
3. Área da Raiz do mesocolon transverso (direito e esquerdo): revisão
4. Área da Raiz do mesocolon sigmoideio: revisão
5. Área da Junção duodeno jejunal: revisão
6. Área do ligamento falciforme: revisão
7. Área do ligamento hepato duodenal: revisão

Parte 2.2: A mobilidadedos órgãos cheios
Teoria: Inspiração-expiração + Prática: palpação, testes de indução fascial, avaliação da mobilidade normal e das restrições + rigidez-rebote-facilitação das seguintes regiões anatómicas:
1. Área do Fígado: revisão
2. Área dos Rins: revisão
3. Área do Baço: revisão
4. Área do Pâncreas: revisão
Parte 2.3: Avaliação ultrassonográfica da mobilidade das vísceras cheias
2.3.1 Principais pontos de abordagem ultrassonográfica para avaliação funcional das vísceras cheias                                                                                                                                                               

2.3.2 Visualização ultrassonográfica da mobilidade das vísceras cheias e critérios de avaliação

Parte 3: Técnicas de correção das disfunções das áreas viscerais
Parte 3.1: Normalização da mobilidade em inspiração e expiração das áreas dos órgãos vazios:
1. Área do Estômago
2. Área do Duodeno global
3. Área do Bulbo, 1o e 2o duodeno
4. Área do 3o duodeno
5. Área do 4o duodeno e flexura duodeno jejunal
6. Área do Jejuno e íleo
7. Área da Válvula íleo-cecal (também o movimento horário e anti-horário)
8. Área do Ceco e cólon ascendente
9. Área do Cólon ascendente, flexura cólica direita e cólon transverso direito                                 

 10. Área do Cólon transverso esquerdo, flexura cólica esquerda e cólon descendente                       

11. Área do Cólon descendente e cólon ilíaco
12. Área do cólon sigmoideo

Parte 3.2: Normalização da mobilidade em inspiração e expiração das áreas dos órgãos cheios (com visualização ultrassonográfica ao vivo):
1. Área do Fígado 2. Área dos Rins 3. Área do Baço 4. Área do Pâncreas
Tópicos avançados

Parte 1: Revisão dos testes de avaliação e das técnicas de normalização                                                        

1.1 Órgãos vazios
1.2 Órgãos cheios
1.3 Dispositivos peritonais

Parte 2: O diafragma e a “série muscular” modelo funcional/disfuncional                                       

 2.1 Biomecânica do diafragma (aula teórico-prática)
2.1.1 Os movimentos do diafragma
2.1.2 Diafragma e o mediastino                                                                                                                  

2.1.3 Diafragma como 2 músculos
2.1.4 Modelo pósturo-respiratório funcional : a “série muscular”
2.1.5 As funções da “série muscular” pósturo-respiratória
2.1.6 Unilateralidade da “série muscular” e assimetría corporal
2.1.7 Modelo posturo respiratório disfuncional: dissimetria© corporal
2.1.8 Tratamento do diafragma
2.2 A articulação sacro-ilíaca (aula teórico-prática)
2.2.1 A mobilidade da sacro-ilíaca
2.2.2 Testes da sacro-ilíaca
2.2.3 Técnicas da sacro-ilíaca
2.2.4 Integração do tratamento da Sacro-ilíaca no modelo das Colunas de Pressão©

Parte 3: Aparelho urogenital (aula teórico-prática)
3.1 Anatomia e fisiologia da pequena bacia feminina e masculina
3.2 Mobilidade dos órgãos femininos na pequena bacia: conceito unicista
3.2 Mobilidade dos órgãos masculinos na pequena bacia
3.3 Fisiopatologia e clínica dos transtornos dos órgãos da pequena bacia: Incontinência urinária/fecal, urgência miccional, síndrome no nervo pudendo
3.4 Testes e técnicas do aparelho urogenital
3.4.1 Testes trans-ciático e trans-isquiático
3.4.2 Testes pubo urinário e pubo genital
3.4.3 Teste do foro obturatório
3.4.4 Teste lift pélvico
3.4.5 Técnica da fáscia umbigo pré-vescical
3.4.6 Técnica da fáscia pubo-vescical
3.4.7 Técnicas do foro obturatório
3.4.8 Técnicas do lift pélvico

3.5 Integração do tratamento urogenital no método das Colunas de Pressão©
3.5.1 Os transtornos do sistema urogenital feminino e masculino segundo o modelo das Colunas de Pressão© (infertilidade, impotência, dor pélvica, dismenorreia, amenorreia)

Parte 4: O tratamento do paciente segundo as colunas de pressão (aula teórico-prática)                  

4.1 As colunas de pressão (teoria)
4.1.1 Avaliação das cúpulas diafragmáticas (prática)
4.1.2 Avaliação da coluna de pressão direita (prática)                                                                            

4.1.3 Avaliação da coluna de pressão esquerda (prática)
4.2 Semiótica do tratamento: a normalização das colunas de pressão (aula teórico-prática)
4.2.1 Avaliação do paciente em pé (prática)
4.2.2 Avaliação do paciente deitado (prática)
4.2.3 Esquema de tratamento para normalização das Colunas de Pressão: Procedimento Finet e Williame©(teoria e prática)
4.3 Mobilidade visceral e patologias:
4.3.1 Gastralgias
4.3.2 Azia
4.3.3 Pirose
4.3.4 Refluxo
4.3.5 Hérnia do hiato
4.3.6 Diarréia
4.3.7 Obstipação

As dinâmicas intrínsecas© viscerais (aula teórico-prática)
5.1 Pesquisa sobre as dinâmicas intrínsecas viscerais (aula teórica)
5.2 Avaliação das dinâmicas intrínsecas viscerais das diversas áreas abdominais (aula prática) 5.3 Tratamento das dinâmicas intrinsecas viscerais (aula prática)

Os esfíncteres do trato digestivo (aula teórico-prática)
6.1 Anatomia e fisiologia dos esfíncteres do trato digestivo (controle autonômico) 6.2 Avaliação e tratamento das áreas dos esfíncteres do trato digestivo
6.2.1 Área do esfíncter esofágico superior (músculo cricofaringéo, Pinça de Jacson) 6.2.2 Complexo esfincteriano do baixo esófago: LES – diafragma crural
6.2.3 Área do Piloro
6.2.4 Área do esfíncter de Water-Oddi
6.2.5 Área do esfíncter duodeno-jejunal
6.2.6 Área do esfíncter da válvula íleo-cecal
6.2.7 Área do esfíncter ceco-cólico
6.2.8 Área do Cannon’s Point
6.2.9 Área do esfíncter da flexura esplênica
6.2.10 Área do esfíncter íleo-sigmoideo
6.2.11 Área do esfíncter sigmoideo-anal

O nervo vago

7.1. A função nervo vago no controle dos processos inflamatórios (aula teorica)                              

 7.2 Influência das colunas de pressão sobre a função vagal (aula teorico prática)                             

 7.3 Tratamento do nervo vago (aula prática)

As aderências peritoneais
8.1 O conceito de “víscera slide” (aula teórica)
8.2. As aderências peritoneais na mobilidade visceral e na etiopatogenesi da dor abdominal (aula teorica).

O tratamento crânico segundo o modelo das Colunas de Pressão©
9.1 Continuidade da “série muscular” com as fáscias e os músculos crânicos (aula teórica)
9.2 Assimetria mastigatória e desequilíbrio postural (aula teórica)
9.3 Pressão intra crânica e suas alterações (aula teórica)
9.4 CCSVI nas alterações da pressão intra crânica e suas relações com as Colunas de Pressão©(aula teórica)
9.5 Pesquisas sobre CCSVI e Colunas de Pressão© na esclerose Múltipla (aula teórica)
9.6 Circulação do LCR, novas evidências científicas (aula teórica)
9.7 Avaliação e normalização da pressão intra crânica segundo o modelo das Colunas de Pressão© (aula prática)

Clínica
10.1 Tratamento de pacientes ao vivo

DÚVIDAS FREQUENTES:

Vai sim, porque a didática é construída passo a passo, o aluno é acompanhado depois do curso, ele não é abandonado a si mesmo, este é o curso com maior número de pessoas que ficam com o método e não abandonam a técnica, muitos ex-alunos voltam a fazer mais de uma vez, para se aprimorar e se aperfeiçoar.

Errado!!! Quanto menos você sabe de osteopatia visceral, melhor, pois o método quebra totalmente o paradigma das abordagens viscerais convencionais, então o aluno ter demasiada informação não ajuda e não é necessário.

Pelo contrário, você dominar as colunas de pressão torna mais claro todo seu conhecimento osteopático, tudo o que você já sabe, vai fazer mais sentido depois que você aprende as colunas de pressão, porque você entende as verdadeiras mecânicas fisiológicas que estão por trás dos fenômenos lesionais que ocorrem no corpo, você irá aproveitar melhor tudo o que já sabe.

Sim, você vai receber seu certificado emitido pela Diagnostrata e se passar na prova receberá o certificado Internacional.

Osteopatas e estudante a partir do 2º ano de osteopatia.

São apenas 36 vagas.

A vaga poderá ser transferida a critério e responsabilidade do aluno inscrito, ou poderá ser transferido para próxima turma ou para qualquer outro curso organizado pela Diagnostrata. Caso não haja quórum, a contratada reembolsará o valor pago integralmente.

Rio de Janeiro – RJ.

Não, somente Osteopata e estudante de Osteopatia.

Sim! Temos coluna colorida, esqueleto (BOB), crânio articulado e não articulado, sacro, ilíaco etc.

 

* A Diagnostrata Cursos se reserva ao direto de substituição ou alocação dos professores conforme disponibilidade.

PROF. ANDRÉ PÊGAS

Fisioterapeuta Osteopata – C.O
  • Graduado em Fisioterapia pela UNESP – Universidade Estadual Paulista – em 1997; 
  •  Formação completa em Osteopatia pela Escola de Osteopatía de Madrid;
  • Diplomado em Osteopatia pela SEFO (Scientific European Federation of Osteopaths);
  • Especialista em Osteopatia pela UCB – Universidade Castelo Branco – RJ;
  • Especialista em Fisioterapia Traumato Ortopédica e Desportiva – IBPEX;
  • Especialista em Ortopedia Funcional (COFFITO);
  • Docente da UNIOESTE (Universidade Estadual do Oeste do Paraná) na disciplina Recursos Terapêuticos Manuais, de 2000 a 2004;
  • Docente de FAG (Faculdade Assis Gurgacz) nas disciplinas: Radiologia, Diagnóstico Cinético Funcional e Supervisão de Estagio em Terapia Manual (2002 a 2005);
  • Docente da Pós-graduação da CESUMAR em Terapia Manual (Centro Universitário de Maringá) em convenio com Escola de Terapia Manual e Postural Internacional (2002 – 2007);
  • Docente da Pós graduação em Terapia Manual da FARN – Natal – RN (2007 a 2009);
  • Docente da Pós graduação em Terapia Manual da UNIPAR – PR (2008);
  • Docente da pós graduação em fisioterapia ortopédica do Instituto de Ortopedia e Traumatologia de Passo Fundo – RS (2009);
  • Professor da Escola de Osteopatia de Madrid Internacional para América Latina (Brasil, Chile e Uruguai)e Europa (Portugal, Espanha e Itália) de 2001 a 2015;
  • Conferencista internacional, aulas ministradas em todo o Brasil, América do Sul (Uruguai e Chile) e Europa (Portugal, Itália e Espanha);
  • Fisioterapeuta do Exército Brasileiro de 2010 a 2012; 
  • Sócio proprietário da franquia DOUTOR HÉRNIA com mais de 100 unidades; 
  • Empresário com 9 empresas, todas na área da saúde; 
  • Criador no Método FFS, o maior treinamento de gestão para profissionais da saúde do Brasil; 
  • Mais de 20.000 alunos em seus treinamentos presenciais e online; 
  • Premiado pela revista pequenas empresas grandes negócios; 
  • Premiado pela revista EXAME; 
  • Premiado pela ABF – Melhores franquias para se investir em 2021. 

CURSOS MINISTRADOS

CURSO CLÍNICA AUTOGERENCIÁVEL

PROF. DANILO SOARES

FFisioterapeuta Osteopata – C.O
  • Fisioterapeuta pela Universidade de Alfenas 
  • Certificação em Osteopatia (C.O.) pela Escuela de Oesteopatia de Madrid; 
  • Formação em Mechanical Diagnosis and Therapy pela Mckenzie Institute International; 
  • Formação em Conceito Mulligan; 
  • Mestre pela Universidade de São Paulo (USP) 
  • Formação em Quiropraxia Estrutural 
  • Formação em Liberação Miofascial 
  • Especialista em Acupuntura pela Xiamen University (China) 
  • Mentor do curso e método FFS (idealizado pelo fisioterapeuta André Pegas) 
  • Idealizador do método Terapia Mecânica Avançada 
  • Idealizador e respon´savel pelo Centro de Tratamento Especializado em Coluna Vertebral (CTEC Vertebral) 

CURSOS MINISTRADOS

CURSO DE HÉRNIA DE DISCO CERVICAL
CURSO DE HÉRNIA DE DISCO LOMBAR

Prof. Juan Manuel De Los Santos

Fisioterapeuta Osteopata D.O. Ph D. Espanhol 

Experiência Profissional

  • Professor da escola de osteopatia de Madrid de: “Experto Universitário de Terapia Manual Osteopática”. 2010-2022. 
  • Professor de Pos-graduação da Universidade de Sevilla e da Universidade Pontifícia de Salamanca de: “Experto Universitário de Terapia Manual Osteopática”.  2010-2022. 
  • Professor de Máster propio de especialista universitário em técnicas osteopáticas do aparato locomotor. Universidade Pontifícia de Salamanca. 2014-2022. 
  • Fisioterapeuta clínico da clínica PIESPORT de 2018-2022 
  • Fisioterapeuta clínico de CD Jerez Sur: 2013-2018. 
  • Fisioterapeuta clínico em Sistema Público de Saúde: 2004-2012. 

 

Formação acadêmica

  • Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade de Sevilla, 2015. 
  • Master em Saúde e Desporte, Universidade de Cádiz, 2012. 
  • D.O. em osteopatia pela “Scientific European Federation Osteopaths”, 2012. 
  • Diploma em fisioterapia, Cádiz: 2000-2003. 

 

Outros cursos de formação

  • Curso: “Importância da alimentação no diagnóstico fisioterápico”, 2007. 
  • Curso: “Mobilização do sistema neuromeníngeo”, 2008. 
  • Curso: “Formador ocupacional”, 2008. 
  • Curso: “Electrolisis percutânea terapêutica”, 2015. 

CURSOS MINISTRADOS

REEDUCAÇÃO OCULOMOTORA INTEGRATIVA – MÉTODO RIO – ONLINE E AO VIVO

PROF. RAPHAEL VAN ASSCHE

Fisioterapeuta Osteopata Belga – D.O
  • Fisioterapeuta
  • Osteopata DO MSC
  • Master em Acupuntura na California
  • Co- Fundador da Escola de Osteopatia de Viena WSO
  • Criador da Kinesiologia Holística
  • Prof. da Escola de Osteopatia de Viena WSO

CURSOS MINISTRADOS

Ativação do sistema respiratório com ênfase nas vias aéreas superiores com tratamento manipulativo e exercícios

Prof. Carlos Castro

Fisioterapeuta – Brasil

CURSOS MINISTRADOS

PROF. MASSIMO LOMBARDOZZI

Osteopata Italiano – D.O
  • Formado em Osteopatia pela E.O.P. de Roma
  • Membro ativo do ROI(Registro degli Osteopati d’Italia) e do RbrO(Registro Brasileiro dos Osteopatas), cédula profissional de Osteopata pelo Ministério da Saúde de Portugal
  • Docente de Osteopatia no Master em Osteopatia com base em Evidências Cientificas, pelo Grupo Thuban – Universidad del Atlantico (Espanha)
  • Docente em cursos de Pós Graduação em cursos de Osteopatia junto ao Instituto de Técnicas de Saúde e à Escola Superior de Saúde da Cruz Vermelha Portuguesa
  • Docente de Osteopatia junto à MTM de Bologna (Itália)
  • Docente de Osteopatia junto à “Escuela de Osteopatia y Posturologia de Rosário” (Argentina)
  • Docente de Osteopatia junto à Faculdade Inspirar (Brasil)
  • Professor convidado pelo IBO (Brasil)
  • Docente de Osteopatia junto à Diagnostrata Cursos (Brasil)
  • Docente convidado em cursos de especialização em Terapia Manual, junto às Universidades Brasileiras UNINGÁ, UNIC e UNICENTRO.
  • Trabalhou como Osteopata junto à SPA do Rome Cavalieri Waldorf Astoria de Roma (Itália)
  • Membro do Finet & Williame teaching teamunico docente autorizado a ensinar o método das Colunas de Pressão© na América Latina, cuidou da tradução nas versões italiana e portuguesa do livro: “osteopatia visceral, um espaço de discussão como  mundo médico” (Finet e Williame 2012)
  • Colabora em projetos de pesquisa sobre tratamento osteopático nas patologias do aparelho digestivo, com os serviçs de Gastroenterologia e Medicina Física do Policlinico Militar de Roma – Celio
  • Desenvolvedor e coordenador de Pesquisas Clínicas sobre Tratamento Osteopático na Esclerose Múltipla. 

CURSOS MINISTRADOS

COLUNAS DE PRESSÃO MÉTODO FINET & WILLAME
TERAPIA MANUAL DO ESPORTE MÉTODO TME
CIÁTICAS E LOMBOCIATALGIAS

PROF. MIRCO MARTINI

Fisioterapeuta Osteopata Italiano – D.O
  • Graduação em fisioterapia – Verona – Itália
  • Pós Graduação DO em Osteopatia – Roma – Itália

 

Cursos de Pós-Graduação

  •  Tratamento no Campo Ginecológico – Roma (Itália)
  • Sistema Neurovegetativo e Endócrino – Antibes (França)
  • Embriologia de Blechshmidt – Padova  (Itália)
  • Tensegridade Miofascial e Articular – Padova (Itália)
  • Dissecação de cadáveres – Heidelberg (Alemanha)
  • Embriologia aplicada a Osteopatia – Padova (Itália)
  • Osteopatia Somatoemocional – Barcelona (Espanha)
  • Osteopatia Visceral de Williame e Finet – Faenza (Itália)
  • Neuropatia Holográfica – Bergamo (Itália)

CURSOS MINISTRADOS

GRAVIDEZ SOB UMA NOVA ÓTICA

Prof. Luis Rivas Cano

Fisioterapeuta Osteopata D.O – Espanha

CURSOS MINISTRADOS

PROF. DAVID LACHAIZE

Osteopata Francês – D.O
  • MKDE
  • Osteopata DO – Graduado da Escola de Osteopatia de Genebra.
  • Da anatomia aplicada à clínica e imagens médicas – Faculdade de Medicina de Paris, Ile de France Ouest.
  • Master 2 – Ciência da Educação, Engenharia de Treinamento – Universidade de Aix Marselha.
  • Assistente de ensino em osteopatia.
  • Palestrante internacional (Bélgica, Espanha, Áustria, Itália, Suíça, Canadá, Brasil)
  • David Lachaize prática osteopatia em uma prática liberal perto de Aix-en-Provence, desde 2000. Ele ensina osteopatia estrutural em diferentes escolas e estruturas de treinamento de pós-graduação desde 2007 na França e no exterior.
  • Para se diferenciar de uma osteopatia estrutural mais clássica, que ele não pratica, ele decide criar o conceito de “Manipulação Estrutural Tecidual”, combinando manipulação estrutural a ouvir o tecido. Este conceito combina manipulação estrutural com impulso energético, com a noção de presença de tecido muito precisa. A técnica é então colocada dentro do tecido, em comunicação com ele, e não com a ajuda de parâmetros externos, como alavancas, por exemplo. Desde então, ele desenvolveu o ensino desse tipo de manipulação em diferentes estruturas de treinamento. 
  • David Lachaize é o fundador e chefe da Osteo-Evolution

CURSOS MINISTRADOS

MANIPULAÇÃO ESTRUTURAL TECIDUAL

PROF. MARCO MASTRILLO

Fisioterapeuta Osteopata Italiano – D.O
  • Osteopatia (D.O. e fisioterapeuta) diplomado pelo European Osteopathic Project e reputado professor internacional, desde muito cedo se apaixonou pela pediatria, neonatologia e obstetrícia, tendo aprendido com os nomes mais importantes do mundo da osteopatia, Dr. Philippe Druelle, Jean Marie Michelin, Bruno Ducoux, Jon Parsons, Margareth Sorrel, Marie Caroline Willìeme, Francis Lafosse, Christian De Brabandere e outros. Estágios na European School of Osteopathy de Maidstone (U.K.) e na VUB – Vrije Universiteit Brussel da Belgica.

Atividade didática

  •  Professor na Escola META Osteopatia (Itália)
  •  Professor na Master
  • Physical Teraphy (Portugal)
  •  Professor na EOP Rosario (Argentina)
  •  Professor Na escola ASFOM osteopatia de Bari (Italia)
  •  Professor na escola IITM ostepathic de Bologna e Milano

CURSOS MINISTRADOS

OSTEOPATIA CRANIANA
OSTEOPATIA PEDIÁTRICA
SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO - SNA

PROF. RAFAEL CALVENTE MARÍN

Fisioterapeuta Osteopata Espanhol – D.O
  • Fisioterapeuta
  •  Osteopata DO 
  • Criador do Método RIO – Reeducação Integrativa Oculomotora
  •  Doutor em fisioterapia e Osteopata com 26 anos de experiência clínica
  •  Diretor clínico da OSTEOSUR  Clínica de Osteopatia em Jerez de la Frontera
  • Professor da Escola de Osteopatia de Madrid INTERNACIONAL – EOM

CURSOS MINISTRADOS

REEDUCAÇÃO OCULOMOTORA INTEGRATIVA – MÉTODO RIO – ONLINE E AO VIVO

PROF. IVAN MARIANO

Fisioterapeuta Osteopata – C.O
  • Fisioterapeuta Osteopata COFFITO/AOB – Crefito2 119302 – F
  • Professor da Pós-Graduação em Osteopatia e Quiropraxia da Faculdade FRASCE – ASCE;
  • Professor da Pós-Graduação Musculoesquelética da Universidade Emescam – Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória;
  • Professor da Pós-Graduação em Quiropraxia: Universidade Santa Úrsula; Ebraq; Interfisio;
  • Formação em Posturologia Clínica – Bernard Bricot Collège Internationale d’ Étude de La Statique C.I.E.S;
  • Formado pela Posturologia Osteopática;
  • Formação em Baropodometria e Estabilometria – Podaly;
  • Formação pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Podoposturologia da Podaly do Brasil;
  • Supervisor em Osteopatia – PPSO – Hospital Universitário Gaffrée Guinle – HUGG – EOM (2017-2019);
  • Idealizador do curso Posturologia Clínica Inteligente – PCI e Confecção de Palmilhas;
  • Professor do Curso Diagnóstico por Imagem para Fisioterapeuta;
  • Professor do Curso Hérnias Discais: Diagnóstico e Tratamento Diferencial;
  • Diretor da Diagnostrata Cursos;
  • CERTIFICAÇÃO EM POSTUROLOGIA
  • RCD – RACIOCÍNIO CLÍNICO DESCOMPLICADO: A INFLUÊNCIA DO SISTEMA VISCERAL NA DOR MUSCULOESQUELÉTICA
  • AVALIAÇÃO E TRATAMENTO DAS DISFUNÇÕES DO SACRO
  • DIAGNÓSTICO POR IMAGEM PARA FISIOTERAPEUTAS – DIF

CURSOS MINISTRADOS

CERTIFICAÇÃO EM POSTUROLOGIA PELA DIAGNOSTRATA – PCI
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM PARA FISIOTERAPEUTAS – DIF
RACIOCÍNIO CLÍNICO DESCOMPLICADO - RCD - A INFLUENCIA DO SISTEMA VISCERAL NA DOR MUSCULOESQUELÉTICA
AVALIAÇÃO E TRATAMENTO DAS DISFUNÇÕES DO SACRO